Carta ao Ministro Antônio Levenhagem

Volta Redonda, 6 de maio de 2015

 

Exmo. Sr.

Dr. Min. Antônio Levenhagem

DD. Presidente, do TST

 

Senhor Presidente:

Desculpe-me a liberdade que tomo de vir, novamente, à presença de V. Exa. e de seus ilustres assessores, para falar-lhes sobre o sistema eletrônico que está sendo implantado nas Varas do Trabalho.

Nosso modesto escritório atua no sul fluminense (Volta Redonda, Barra Mansa, Barra do Piraí e Resende), onde temos algumas poucas reclamações trabalhistas.

Recentemente, as Varas do Trabalho implantaram, de súbito, o sistema eletrônico, nas audiências inaugurais, e demais, trazendo-nos alguma dificuldade que, estamos tentando superar, com bastante esforço.

Sei que tais dificuldades são de âmbito nacional, pois, tivemos a honra de participar, com colegas de escritório, de um Congresso Nacional de Advogados Trabalhistas na cidade do Rio de Janeiro e pudemos constatar que a situação dificultosa era geral (nacional) para todos os advogados.

Se. V. Exa. nos permite, gostaríamos de compartilhar a experiência que tivemos e estamos tendo, na região, com Varas Federais (da Justiça Federal comum).

Hoje foi implantado o sistema eletrônico concomitante ao sistema comum (físico), isto já há quase 4 (quatro) anos, há os dois sistemas: os novos pelo eletrônico, e os antigos, pelo físico, PROGER, etc. Sem qualquer trauma, ou dificuldade. Se se levar a petição ao distribuidor, ela é digitalizada, com a devolução dos documentos, na hora para o advogado. Isto vem funcionando há, aproximadamente 4 anos. Agora é que está exigindo mais o sistema eletrônico, permanecendo, porém, os antigos processos físicos.

E o sistema da Federal comum é mais simples do que a Federal Trabalhista, (d/v), pelo menos aqui em Volta Redonda e região.

Creio que talvez seja por questão de segurança, que alguns tribunais exigem mais do que outros. Os sistemas são diferentes, etc.

Excelência, outra coisa que gostaria de tomar a liberdade de perguntar-lhe: e a atualização dos livros de seu pai? Como vai? Avise-me, por favor, quando for lançado, pois, se puder, estarei presente, pois eles me foram, e ainda o são, muito úteis em minha vida estudantil e profissional.

Atenciosamente,

                                    Ettore Dalboni da Cunha           

                                           OAB/RJ 5.063-D                     

 

 

Você está aqui: Home Artigos Carta ao Ministro Antônio Levenhagem

Rua Dezesseis n° 109, salas 313, 314 e 316, Vila Santa Cecília, Volta Redonda - RJ - (24) 3343 - 0942 / (24) 3342 - 2465
Todos os direitos reservados a Ettore Dalboni e Advogados Associados